Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Astronomia

Um fóssil de 10 bilhões de anos

Danny Horta-Darrington / LJMU / NASA / JPL / Caltech / SDSS

A região central da Via Láctea abriga o remanescente de uma galáxia canibalizada há cerca de 10 bilhões de anos. O fóssil galáctico foi identificado por pesquisadores que analisavam parte dos dados do Sloan Digital Sky Survey (SDSS), que mapeou cerca de um terço do céu e quase 1 bilhão de objetos na Via Láctea e fora dela. A estrutura recebeu o nome de Héracles, o equivalente grego ao herói romano Hércules. Calcula-se que Héracles tinha originalmente massa de 500 milhões de sóis e que hoje seus restos representem quase um terço do material que forma o halo da Via Láctea, estrutura esférica que envolve o bojo e parte dos braços da galáxia (Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, 20 de novembro). “Para encontrar uma galáxia fóssil como essa, foi preciso observar a composição química e o movimento detalhado de dezenas de milhares de estrelas”, diz o astrofísico brasileiro Ricardo Schiavon, da Universidade John Moores de Liverpool, no Reino Unido, um dos autores do estudo, em um comunicado à imprensa.

Republicar