TECNOCIÊNCIA

Print Friendly

Canto virtual das aves

ED. 242 | ABRIL 2016

 

Revista Pesquisa FAPESP
Podcast: José Fornari
Gerado por um algoritmo evolutivo que controla o processo de simulação dos cantos de uma população virtual de aves, o modelo computacional EvoPio cria trilhas sonoras compostas de um conjunto de chilreios que nunca se repete. Desenvolvido pelo músico e engenheiro elétrico José Fornari, do Núcleo Interdisciplinar de Comunicação Sonora (Nics), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), o software pode gerar, em sua versão atual, até 20 cantos simultâneos (International Journal of Arts and Technology, vol. 9, n. 1, 2016). O sistema emula o funcionamento da siringe, o órgão das aves equivalente às cordas vocais, e é controlado por um conjunto de 16 parâmetros, uma espécie de “cromossomo” computacional com as instruções para gerar os distintos cantos. Cada “cromossomo” se reproduz em duplas por meio de processos equivalentes à recombinação genética e à mutação e, assim, gera uma nova ave virtual, com seu respectivo canto. “Quando essa ave ‘morre’, seu canto cessa e o cromossomo é apagado da população”, explica Fornari. “Não existem sons gravados nem qualquer outra forma de registro no sistema.” A versão mais nova permite ao pesquisador introduzir no sistema novas aves e cantos com o simples envio de uma mensagem do Twitter.


Matérias relacionadas

AMBIENTE
Softwares ajudam a monitorar a saúde das árvores das cidades
INOVAÇÃO
FMI e OCDE recomendam incentivos fiscais para empresas
CANARY HAZ
Aplicativo facilita acesso a artigos em revistas científicas