ESTRATÉGIAS

Print Friendly

Acervo sobre integralismo doado à Unicamp

ED. 248 | OUTUBRO 2016

 

Revista Pesquisa FAPESP
Podcast: Helgio Trindade
Um acervo sobre o movimento integralista brasileiro, uma variante do fascismo, foi doado à Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e ficará à disposição de pesquisadores e estudantes. A doação foi feita por Helgio Trindade, ex-reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O material é composto por livros, entrevistas gravadas pelo doador em fitas cassete com ex-dirigentes e militantes da Ação Integralista Brasileira (AIB), coleções de jornais e documentos. Ficará incorporado ao Arquivo Edgard Leuenroth (AEL) da Unicamp, sob a denominação de Coleção Helgio Trindade: Ação Integralista Brasileira e Fascismo Internacional. Considerado pioneiro na pesquisa sobre o tema, Trindade é autor do livro Integralismo: O fascismo brasileiro da década de 30, obra clássica no país, fruto de seu doutorado defendido em 1971 na Universidade de Sorbonne, em Paris. “Eu sabia que na Unicamp havia um arquivo de referência. O integralismo é um tema de São Paulo, melhor do que qualquer outro lugar é que esteja em São Paulo”, disse Trindade à agência de notícias da Unicamp. “É uma honra receber essa doação porque vem do maior estudioso brasileiro sobre o tema. Trata-se de um material muito pertinente ao AEL”, disse o coordenador-geral da Unicamp, Alvaro Penteado Crósta.


Matérias relacionadas

MEMÓRIA
Wanda Hanke estudou sozinha indígenas da América do Sul nos anos 1930
ANDRÉ FELIPE CÂNDIDO DA SILVA
Historiador fala da trajetória de 90 anos do Instituto Biológico
PESQUISA BRASIL
Soluções microscópicas, Instituto Biológico e satélite de comunicações