Imprimir PDF

crowdfunding

Sucesso no financiamento coletivo

Pesquisadores da Itália, da Alemanha e dos Estados Unidos analisaram 728 campanhas de financiamento coletivo (crowdfunding) de projetos de pesquisa para avaliar o que poderia influenciar o resultado dessa forma de captação de recursos. As iniciativas de arrecadação estiveram hospedadas entre 2012 e 2015 na Experiment, uma plataforma digital de crowdfunding de Nova York. Os resultados são curiosos. Pesquisadores em início de carreira alcançavam as metas de arrecadação com mais frequência do que os seniores. De modo semelhante, as mulheres também apresentaram taxas de sucesso mais elevadas do que os homens. Os resultados foram apresentados em março em um documento depositado no repositório do National Bureau of Economic Research (NBER), dos Estados Unidos. Segundo o trabalho, parâmetros consagrados para mensurar a qualidade dos projetos, como a avaliação por pares, não têm correlação com o sucesso do financiamento coletivo. “Em desvantagem quando submetem projetos a agências de fomento, pesquisadores com menos experiência têm mais apelo entre o público. Isso sugere que os doadores priorizam não o mérito científico do projeto, mas a sua contribuição na formação do pesquisador”, conclui o estudo. Os autores alertam, no entanto, que o crowdfunding é uma forma complementar de financiamento, uma vez que as quantias arrecadadas são baixas.