Imprimir PDF

Cartas | 268

Cartas | 268

Amazônia pré-histórica
Já estive em um sítio desse dentro da floresta (“Mais gente na floresta”, edição 267). A impressão que tive foi de que os pés de jarina mais antigos tinham sido plantados.

Gesileu Phaspy Ninawa
***
Algoritmos
Há um problema em como alguns desses algoritmos do Facebook trabalham e “escolhem” o que mostrar (“O mundo mediado por algoritmos”, edição 266). Mas nada tira a beleza da matemática aplicada nisso.

Francisco Junqueira
***
Autoria de conveniência
Muito interessante o texto “Crédito a quem merece” (edição 266) na seção Boas Práticas. Além das quatro condutas de autorias consideradas reprováveis, existe mais uma que merece destaque por ser a mais danosa nos dias de hoje, particularmente entre estudantes de pós-graduação: a autoria de conveniência (convenience authorship). Não são poucos os laboratórios que estimulam que todos os alunos participem de todos os trabalhos sem contribuições expressivas para o texto, visando aumentar a produção individual de cada envolvido. Apesar de eticamente reprovável, tal atitude tem aumentado nos últimos anos, uma vez que concursos tendem a privilegiar candidatos com maior número de publicações. Esse comportamento passa ao largo da contribuição da ciência.

Alexander Kellner
***
Museu Nacional/UFRJ
Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o reconhecimento da contribuição intelectual em um artigo científico. Gosto muito da proposta do sistema CRediT. Seria ótimo se as revistas e os autores o adotassem.

Juliana Reis
***
Vídeos
Dá até uma dor no coração (vídeo “Prefeito ambivalente”). O nosso Rio de Janeiro continua à mercê da especulação e abandono.

Ruth Claudia
***
Língua é vida. Um território onde todo mundo contribui sempre (vídeo “A riqueza da língua falada”). O que seria dela sem o seu poder de variação?

Kassia Mariano
***
Ótima exposição. Grande Ataliba de Castilho! Capaz de transformar uma explicação científica em exposição que todo falante de português compreende.

Vanderci Aguilera
****
Sua opinião é bem-vinda. As mensagens poderão ser resumidas por motivo de espaço e clareza. cartas@fapesp.br