Imprimir PDF

Gastroenterologia

Efeitos perversos da pimenta

EDUARDO CESARA pimenta-vermelha e outras especiarias têm sido responsabilizadas por agravar a sintomatologia das doenças anais, tais como fissuras e hemorróidas. O objetivo do estudo “Efeito da pimenta-vermelha nos sintomas de pacientes com fissuras anais agudas”, de Pravin J. Gupta, do Fine Morning Hospital and Research Center, Nagpur, Índia, foi o de determinar se o consumo desse produto acarreta problemas físicos. Pacientes foram recrutados e randomizados para receber cápsulas contendo pimenta ou placebos por uma semana, somadas a analgésicos e suplementos de fibras. Foi solicitado que anotassem um escore de sintomas, tais como dor, queimação anal, prurido, durante o período de estudo. Após uma semana o tratamento foi cruzado e administrado ao mesmo grupo de pacientes com a mesma metodologia e os resultados foram anotados ao final de duas semanas. Cinqüenta pacientes foram selecionados e 43 completaram o estudo (22 no grupo pimenta e 23 no grupo placebo). O escore médio diário de dor foi significativamente mais baixo (2,05 no grupo pimenta e 0,97 no grupo placebo). A sensação de queimação foi sentida de modo significativo no grupo pimenta (1,85 para o grupo pimenta versus 0,71 para o grupo placebo). O escore de melhora dos sintomas foi significantemente alto após tomar o placebo; 81,3% dos pacientes preferiram tomar placebo ante 13,9% que preferiram pimenta. Dois pacientes não referiram preferências.  A conclusão da pesquisa é que o consumo de pimentas agrava os sintomas de fissuras anais agudas.

Arquivos de Gastroenterologia – v. 45 – nº 2 – São Paulo – abr./jun. 2008

Republicar