BOAS PRÁTICAS

Print Friendly

Fraude na revisão por pares

ED. 222 | AGOSTO 2014

 

Uma revista científica da área de acústica, o Journal of Vibration and Control, cancelou a publicação de 60 artigos científicos depois de descobrir que houve fraude no processo de revisão dos papers. O escândalo derrubou o ministro da Educação de Taiwan, Chiang Wei-ling, que aparecia como coautor em cinco dos artigos despublicados. Uma investigação de 14 meses mostrou que Chen-Yuan Chen, ex-professor de ciência da computação da National Pingtung University of Education, conseguiu corromper o sistema de revisão por pares da revista ao criar 130 contas de e-mail fraudulentas, com as quais assumia a identidade de pesquisadores reais ou fictícios. As contas de e-mail foram usadas para criar cadastros de revisores fictícios na plataforma online da editora Sage, responsável pela publicação. Os artigos submetidos à edição eram endereçados aos e-mails fraudulentos – e  Chen revisava os papers, vários deles assinados pelo próprio pesquisador. Daniel Sherman, porta-voz da editora Sage, declarou que possivelmente há outros pesquisadores envolvidos, pois acha difícil que coautores dos artigos não soubessem do esquema. O editor da revista na época em que os artigos foram publicados, Ali Nayeff, professor emérito da Universidade Virginia Tech, renunciou ao cargo antes de a investigação terminar. Segundo a Sage, ele foi o primeiro a suspeitar da fraude e avisou a universidade, que prontamente iniciou uma investigação contra Chen-Yuan Chen. Ele pediu demissão em fevereiro.


Matérias relacionadas

BOAS PRÁTICAS
Nova lista de periódicos predatórios
BOAS PRÁTICAS
Da fraude à propaganda enganosa
BOAS PRÁTICAS
Aliança entre revistas e universidades