TECNOCIÊNCIA

Print Friendly

Zika nos testículos

ED. 249 | NOVEMBRO 2016

 

A epidemia de zika, que já causa pesadelos nas famílias devido aos bebês nascidos com microcefalia, também pode afetar os homens. Um estudo conduzido na Escola de Medicina da Universidade Washington em Saint Louis, nos Estados Unidos, mostrou em ratos que o vírus causa danos aos testículos e ao epidídimo (Nature, 31 de outubro). As consequências podem incluir a redução nos níveis de hormônios, como a testosterona, e no número de espermatozoides. A zika pode, assim, reduzir a fertilidade masculina, além de ser transmitida por via sexual, como já tinha sido detectado. Resta verificar se os resultados obtidos em ratos também se aplicam a seres humanos.


Matérias relacionadas

MEMÓRIA
Instituto Biológico, 90 anos, consolidou-se como centro de pesquisas
EPIDEMIOLOGIA
Sequenciamento genético reconstrói trajetória do vírus zika pelas Américas
SAÚDE PÚBLICA
Vírus da dengue altera o funcionamento de células sanguíneas