CARTAS

Print Friendly

Cartas | 252

ED. 252 | FEVEREIRO 2017

 

Ciência da cerveja
Ver uma revista do porte da Pesquisa FAPESP colocar na capa uma ode à cerveja (“Inovações cervejeiras”, edição 251) mostra que a ciência brasileira está totalmente desnorteada. Justamente por ser a bebida alcoólica mais popular do Brasil, é a que mais destrói lares pelo vício do alcoolismo, mais mata nas estradas e mais causa inúmeras internações no Sistema Único de Saúde (SUS) por cirrose hepática e suas complicações. A publicidade ao redor de cerveja e outras bebidas alcoólicas é inaceitável e mais ainda o é haver dinheiro público envolvido em projetos de “melhoramento” da bebida!

Dario Palhares
Brasília, DF

***

Foram bastante abrangentes na reportagem e ficou ótima! Um mergulho profundo no mundo cervejeiro.

Rodolfo Mazarin

***

Quando ciência e cerveja estão na mesma revista temos de adquirir.

Deivid Souza

***

Mutum-de-alagoas
O mutum-de-alagoas é a ave-símbolo do estado em que eu moro, mas infelizmente é pouco conhecida pela maioria do povo alagoano (“A gaiola que salva”, edição 251). Espero que um dia essa ave volte a povoar as florestas do Nordeste e que seja devidamente protegida.

Erivelto Souza

***

Megajournals
Excelente a reportagem “O duelo dos megajournals” (edição 250). Esse modelo de megaperiódicos tende a colapsar pela ganância do lucro excessivo. À medida que aceitam mais artigos, aumentam o lucro e pioram a qualidade. E bons cientistas não querem publicar em um periódico que não tem atrelado a ele um fator de qualidade… Ainda mais quando se tem de pagar US$ 1.500 de taxa de publicação. O que está acontecendo com a PLOS One deve acontecer em breve com a Scientific Reports.

Dario Zamboni

***

É só o começo. Espero pelo momento em que os lucros serão menos importantes do que os achados, e mesmo blogs, contendo material de qualidade com revisão por pares, tenham igual valor aos hoje onerosos open access.

Rubens do Monte

***

Correções
Na reportagem “Inovações cervejeiras” (edição 251), o nome completo e correto do Ministério da Agricultura é Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

O mapa das páginas 77 e 78 da reportagem “Nas ondas da globalização” (edição 226) foi produzido originalmente por Mateus Sampaio, do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo.

Sua opinião é bem-vinda. As mensagens poderão ser resumidas por motivo de espaço e clareza.


Matérias relacionadas

AMBIENTE
Mata Atlântica volta a crescer no Vale do Paraíba
ASTRONOMIA
Colisão de estrelas de nêutrons inaugura nova era na astronomia
RUI SEABRA FERREIRA JÚNIOR
Brasil se destaca em número de publicações científicas de acesso aberto