Astronomia

Constante de Hubble recalculada

Variação da distância entre quasares ao longo do tempo foi usada para obter novo resultado

Imagem: ESA / Hubble / NASA / Suyu et al Variação da distância entre quasares ao longo do tempo foi usada para obter novo resultadoImagem: ESA / Hubble / NASA / Suyu et al

A constante de Hubble, um número que estima a velocidade de expansão do Universo, ganhou um novo valor. Um grupo internacional coordenado por Sherry Suyu, astrônoma do Instituto Max Planck para a Astrofísica, na Alemanha, usou dois telescópios no espaço e sete em terra para medir como variou no tempo a distância entre quasares (núcleos de galáxias muito brilhantes) e o Sistema Solar. Com base nesses dados, que devem ser publicados em breve na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, os pesquisadores estimam que o valor da constante de Hubble é 71,9 quilômetros por segundo a cada milhão de parsec (km/s/megaparsec) – 1 parsec corresponde a 3,26 anos-luz. Em 2016, o valor da constante havia sido estabelecido, com base em variação da distância de estrelas, em 73,2 km/s/megaparsec. Esses valores são bastante semelhantes entre si (o atual é 1,8% menor do que o anterior) e indicam que nos últimos tempos o Cosmo se expande mais rapidamente do que no passado distante.