NOTAS

Print Friendly

Unicamp, a primeira da América Latina

ED. 258 | AGOSTO 2017

 

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) foi classificada como a melhor da América Latina na edição de 2017 do ranking da revista britânica Times Higher Education. A instituição recebeu um total de 87,9 pontos, ante 87,5 da Universidade de São Paulo (USP). A Pontifícia Universidade Católica do Chile foi a terceira colocada. Na edição de 2016, a USP ficou em primeiro lugar, com 84,6 pontos e a Unicamp em segundo, com 83,7. A dianteira da instituição de Campinas pode ser explicada pela evolução em duas categorias. Uma é a de pesquisa, que tem um peso de 34%. A pontuação da Unicamp subiu de 95,1 para 98,3, enquanto a da USP manteve-se em 100. Essa categoria inclui os resultados de uma pesquisa de reputação feita com cientistas de mais de 100 países atualizada anualmente, os números da produção científica e a proporção de staff acadêmico. A segunda categoria, com peso de 2,5%, é a de transferência de conhecimento, que avalia a capacidade de uma instituição obter recursos para pesquisa com o setor empresarial. Nela, a Unicamp obteve 17 pontos a mais do que a USP – em 2016, a diferença foi de 11 pontos. Nas demais categorias, a pontuação flutuou pouco.


Matérias relacionadas

IGEM
Brasileiros ganham medalhas em competição de bioengenharia
RITA BARRADAS BARATA
Capes faz avaliação dos cursos de pós-graduação brasileiros
PESQUISA BRASIL
Colisão estelar, pague pelo usufruto e pós-graduação brasileira