Imprimir PDF

Química

Os efeitos da crotamina no metabolismo

Extraída do veneno da cascavel, a crotamina reduziu o ganho de peso de roedores

Imagem: Eduardo Cesar

Uma proteína extraída do veneno da cascavel, a crotamina, apresentou três efeitos inesperados em testes com camundongos na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). O primeiro é que, aplicada por via oral, apresentou a mesma ação antitumoral sobre melanomas observada quando injetada por via intraperitoneal (Amino Acids, fevereiro). Desse modo, se tornar-se um tratamento antitumoral, talvez possa ser administrada por via oral. O segundo efeito é que animais tratados por 21 dias com crotamina via oral apresentaram uma redução no ganho de peso em comparação com animais do grupo de controle (Scientific Reports, 22 de março). O estudo coordenado pela farmacêutica-bioquímica Mirian Hayashi, da Unifesp, indicou ainda que, nos animais sem tumor, a crotamina reduziu em 50% o colesterol total, aumentou em 50% o nível do colesterol de alta densidade (HDL) e diminuiu à metade as taxas de colesterol de baixa densidade (LDL)  e de triglicérides, associadas a maior risco cardiovascular. Outro efeito foi a redução de gordura branca, que armazena calorias, e o aumento da quantidade de gordura marrom, que queima calorias (ver Pesquisa FAPESP no 139).